rock

Assista ao belo clipe de “Suave Na Nave”, novo registro da DR. HANK

Cores saturadas, camisetas floridas e um clima super bem-humorado marcam o cenário do belíssimo clipe do single “Suave Na Nave”, da banda porto-alegrense DR. HANK. O registro mostra os integrantes da banda no papel de super-heróis que precisam defender o planeta de ameaças alienígenas no maior estilo filmes B dos anos 80, alto teor cômico ao estilo Seth Rogen e James Franco, com um toque satírico de Hermes e Renato.

Renan Queiroz (voz/violão) conta que a inspiração surgiu a partir de uma visita inusitada de um místico argentino no sítio da banda e que desenvolvia práticas de meditação por meio de sons. “Tivemos uma experiência com ele e simplesmente viajamos longe, perdendo noção de espaço e tempo com meditação e música. Pensamos então que seria legal representar isso de maneira lúdica no clipe que estávamos produzindo”.

O clipe contou ainda com o apoio de vários empreendimentos da Serra Gaúcha, como uma loja de carros importados e um luxuoso hotel que cumpriram papel importante durante a narrativa do vídeo. A produção de “Suave na Nave” ficou por conta de Tonho Crocco (Momo King Records), que também participa do clipe, e deverá integrar o próximo disco da DR. Hank, que ainda não data de lançamento.

Confira o registro!

Formada em 2011, a DR. HANK atualmente conta com Renan Queiroz (voz/violão), Ryan Muterle (baixo), Laerte Ortega (bateria), Rodrigo Zimmer (guitarra), Diego Moreira (guitarra) e Tiago Land (teclas). A banda possui vários trabalhos relevantes, mas após o lançamento do disco de estreia Voa ,de 2013, conseguiu maior projeção, sendo convidada para festivais de peso como Planeta Atlântida, Macondo Circus, Morrostock, Grito Rock e Make Some Noize.

A sonoridade é carregada de ritmos variados como soul, groove, funk, pop e rock. Entre as influências estão Ultramen, Beastie Boys, Rage Against The Machine, Cake, Planet Hemp, Toots & The Maytals, Daft Punk, Gorillaz, The Prodigy, Jorge Ben, Cattarse, Maglore, Esperanza Spalding, Anderson Paak, Kendrick Lamar, Baiana System, Tagore, Mark Ronson, Francisco El Hombre, Jaloo e Racionais MC’s .

Recentemente, os porto-alegrenses caíram na estrada em uma turnê que passará por terras paulistas, com shows na capital (28.04), Marília (29.04), Limeira (30.04) e Tatuí (02.05). Recentemente também postamos aqui no blog da Calendária uma matéria com outros materiais da banda. Clique aqui para conferir!

Anúncios

Conheça a DR. HANK, banda de Porto Alegre que lança o clipe “Suave Na Nave” nessa quinta-feira (20)

Por Paulo Augusto

Dois bateristas (Ryan e Lagarto) e um compositor (Renan Queiroz) dividiam, em 2011, um apartamento localizado em um bairro histórico de Porto Alegre-RS. Essa mistura veio a dar liga quando Ryan, após uma viagem de cogumelo, decidiu migrar da bateria para o baixo. Assim nascia a DR HANK.

No ano seguinte a banda já lançava os primeiros trabalhos, apostando em Live Sessions em lugares inusitados com captação de som simples.  Em 2013, gravaram sessões ao vivo de forma inteiramente analógica, trampo denominado Analog Live Sessions e que fora distribuído apenas em fitas K7. Em novembro do mesmo ano, os porto-alegrenses lançaram o primeiro álbum completo, o VOA, com 15 músicas. O registro foi gravado em casa, por eles mesmos, no maior estilo DIY e contou com participações de Erique Hanel, Sandro Silveira, Roger Coicev – produção de Manoel Andrade (tecladista da banda na época).

O disco foi um sucesso regional, tendo sido agraciado com o Prêmio de Música da Serra Gaúcha de Melhor Álbum Pop e emplacado alguns singles nas rádios rio-grandenses, além de ter aberto portas para os grandes festivais, como Planeta Atlântida, Macondo Circus, Morrostock, Grito Rock e Make Some Noize, Orion Festival, entre outros.

Em 2015, a DR HANK fez um registro ao vivo diretamente da sala de sua casa em um EP batizado de HANKERHOUSELIVESESSIONS, lançado com exclusividade pelo canal da VEVO, no Youtube. Além do site de transmissão de vídeos, a banda marcou forte presença no site de streaming de músicas Spotify, com as faixas “Fatalidade”, “Girl” e “Keep On Rockin’”, ficando entre as mais tocadas da banda porto-alegrense.

HANKERHOUSELIVESESSIONS na íntegra

Em 2016, estimulados pela conturbada situação política do país, o grupo decidiu se posicionar e lançou um single acompanhado de um clipe. A poderosa “SSAPORRA” vinha a público transbordando revolta em sua forma mais visceral com uma letra super politizada em um clipe com elementos que remetem aos antigos VCRs dos anos 80, carregado de imagens de protestos e repressão.

A DR. HANK – nova parceira da Calendária Comunicação – lança nesta quinta-feira (20 de abril) um clipe incrível para o single “Suave Na Nave”, que conta com a participação de Tonho Crocco, do Ultramen. O vídeo foi gravado na cidade de Canela, dirigido por Renan Queiroz e, mais uma vez, produzido pela própria banda. Abaixo você confere vídeos de teaser/making of do lançamento. Aproveite também pra curtir a página dos caras no Facebook, pois eles são bem ativos por lá!

Ep;01 | SUAVE NA NAVE | MAKING OF #01

Ep;02 | SUAVE NA NAVE | MAKING OF #02

| TEASER #01 | SUAVE NA NAVE |

ARTE DE BRUNO QUEIROZ PARA O SINGLE “SUAVE NA NAVE”

O primeiro suspiro da Supernós! Ouça “Syntonize”, single de estreia da banda de Itapeva-SP

A Supernós, banda de Itapeva-SP que flerta com o indie, pop e rock, lançou nesta terça-feira (7 de fevereiro) o poderoso single “Syntonize”. A música – que fará parte do EP de estreia do quinteto, com previsão de lançamento para abril – surpreende pelo dinamismo e sonoridade impecável. A faixa foi gravada por Gérson Santos (Gersom Studio) e a mixagem e masterização ficaram a cargo de João Antunes, conhecido produtor da banda sorocabana Wry. Ouça abaixo!

O grupo surgiu no fim de 2016 e é formado por Sarah Arcanjo (vocal), Rodolfo Braga (guitarra), Lucas Silva (guitarra), Thalles Macedo (baixo) e Josué Hare (bateria). Os músicos são conhecidos integrantes da cena itapevense, já que vêm de outras importantes bandas da cidade: Pink Big Balls e Pet Food Blues. Entre as influências estão nomes como Clube da Esquina, Gilberto Gil, Titãs, Arnaldo Antunes, Radiohead, Strokes, Arctic Monkeys, David Bowie e Paul McCartney.

“Syntonize” foi inspirada no livro Data Limite. “Entre várias coisas, [o livro] fala muito sobre sintonizarmos e somarmos as coisas boas que estão acontecendo ao redor do mundo. Muitas coisas ruins estão acontecendo e ganham cada vez mais destaque do público e da mídia. Mas, ao mesmo tempo, nunca houve tanto amor – e a música fala disso. Cabe a mim e a você escolher ao que sintonizar”, explica Braga.

As letras, aliás, são um dos pontos fortes da Supernós. Compostas por diferentes integrantes da banda, as músicas falam principalmente “sobre o respeito aos ideais do próximo, o amor na sua forma mais pura e a busca por um senso crítico que ajude a melhorar o meio em que vivemos”. Apesar de ainda não ter nome, já se sabe que o EP de estreia da Supernós contará com seis músicas e estará disponível nas principais plataformas de streaming.

Crédito da Foto: Eduardo Prado
Arte gráfica: Felipe Santos

syntonize-arte

Conheça a Supernós, banda de Itapeva-SP que lança seu single de estreia na terça-feira (7)

A Supernós, banda de Itapeva-SP que surgiu no fim de 2016, lança seu single de estreia na próxima terça-feira (7). “Syntonize” será uma das seis faixas de um EP, que tem previsão de lançamento para abril. O registro está sendo gravado no Gersom Studio e a mixagem e masterização ficaram por conta de João Antunes, técnico de som do grupo de rock alternativo sorocabano, Wry.

Enquanto a data não chega, vamos falar um pouquinho sobre a Supernós pra vocês saberem do que se trata. O grupo – que flerta com o indie, pop e rock – conta com Sarah Arcanjo (vocal), Rodolfo Braga (guitarra), Lucas Silva (guitarra), Thalles Macedo (baixo) e Josué Hare (bateria). Os integrantes tocam em outros importantes grupos do interior paulista: Pink Big Balls, Pet Food Blues e Duo Memoriae.

Clube da Esquina, Gilberto Gil, Titãs, Arnaldo Antunes, Radiohead, The Strokes, Arctic Monkeys, David Bowie e Paul McCartney são algumas das influências citadas pelo quinteto. Abaixo, disponibilizamos a única faixa liberada pela banda até o momento na internet, uma versão acústica para “Fica a Canção”. A música foi composta pelo baixista Thalles Macedo e captada por Fourlan Nogueira Pereira.

Curtiu? Então é melhor você ficar de olho nas redes sociais da Supernós, pois eles são bem ativos por lá: Facebook, Instagram e Twitter. Além de vídeos de bastidores, fotos e detalhes sobre os integrantes, eles costumam fazer uns posts bem originais, como esse abaixo, indicando o que ta rolando de melhor na música brasileira.

music

Então fique de olho e marque na agenda a data de lançamento de “Syntonize”. Disponibilizaremos aqui pelo site da Calendária e também por outras plataformas. Um abraço!

redes

Ricardo Guimarães lança Subversivo, novo EP com oito faixas

Subversivo, novo EP do paulistano Ricardo Guimarães, já está disponível para audição. Com produção musical de Paulo Roberto Albino no estúdio Zero, em Caieiras, o álbum conta com oito faixas que mostram o músico em sua melhor forma.

“Esse disco traz tudo o que há de melhor e de pior em mim. E é por isso que tem esse nome. Compor, arranjar e lançar essa obra foi uma espécie de subversão, uma revolução pessoal repleta de dor e aprendizado. Durante esses meses de projeto me desfiz de diversas formas – crenças e costumes, principalmente – e acho que tudo isso acabou influenciando os sons e letras”, resume o compositor.

Quando comparado ao trabalho anterior, Eu x Eu, o novo registro soa mais completo e denso, repleto de timbres nunca antes explorados. Além da música, a parte imagética também se renovou. A capa do disco foi confeccionada pelo designer e artista visual Bruno Cironak, que já desenvolveu artworks para bandas como E a Terra Nunca Me Pareceu Tão Distante, Jennifer Lo-Fi e Medulla. Vídeos e outros trabalhos visuais com produção de Cironak já estão na agenda e muita coisa deve ser lançada nos próximos meses.

“Espero conseguir esgotar todas as possibilidades que rodeiam esse CD e agregar tudo à minha proposta – ter uma unidade visual, sonora e indumentária. Quero que uma coisa apoie a outra e que assim tudo caminhe. Além disso, quero o que todo mundo que trabalha com música também quer: tocar no maior número de lugares que for possível”, finaliza Ricardo.

Subversivo pode ser encontrado nas principais plataformas de streaming. Saiba mais sobre o músico. Ouça o disco abaixo.

subversivo-cover

Machete Bomb lança “Tiro e Queda”, primeiro vídeo da série #NaPressão

Depois de quase dois anos sem lançar material inédito, a banda Machete Bomb retorna com um vídeo ao vivo que faz parte do projeto Machete Bomb #NaPressão, série de quatro clipes com performances ao vivo no Nico’s Studio, com produção da Katana Cut.

Os registros serão lançados entre agosto e setembro.  As músicas fazem parte do novo EP da banda, ainda sem nome, com previsão de lançamento para outubro. O EP está sendo gravado no Rec’n Roll Recording Studio e é composto por sete faixas. Confira abaixo “Tiro e Queda”.

Machete Bomb

Formada por Madu (cavaquinho), Vitor Salmazo (vocal), Rodrigo Spinardi (percussão), Rodrigo Suspiro (Baixo) e Daniel Perim (Bateria), a Machete Bomb investe numa mistura de rock, samba e rap. Nessa fusão de estilos, o som pesado do rock e a linguagem do rap se encontram com o timbre de instrumentos que são tradicionalmente ligados ao samba, como o pandeiro, o surdo e o cavaquinho. A surpresa fica por conta do cavaco bomba, que soa mais pesado que guitarras elétricas e em meio a efeitos e distorções, ainda ataca com scratch’s que se assemelham a pickups de DJ.

A banda possui 3 EP’s em sua discografia, intitulada O Samba do Sul I, II e III. Já nessas primeiras gravações se manifesta a busca da banda por uma identidade própria e contundente. Foi essa busca que a levou a produzir o primeiro clipe brasileiro com o conceito de interatividade em 360 graus. Captado ao vivo, o vídeo mostra a execução em estúdio de uma releitura de um samba da década de 60. Nos shows, a banda utiliza o recurso de projeção mapeada, baseada em criações do artista gráfico Jorge Galvão, acrescentando ao trabalho sonoro um grande apelo visual.

O trabalho surpreendente da banda – misturando antigas referências com novas criações, parcerias, letras que retratam a realidade do cotidiano e criticam o senso comum – já foi exibido com sucesso em diversos eventos. Atuou, por exemplo, como banda convidada para a abertura de shows do O Rappa. Saiba mais.

Paula Cavalciuk ironiza elite em clipe de “Maria Invisível”

Nova promessa da música nacional. A artista Paula Cavalciuk lançou recentemente o clipe da música “Maria Invisível”, faixa que estará em seu disco de estreia ainda sem nome e com previsão de lançamento para o mês de outubro. O vídeo tem direção de arte de Daniel Bruson e foi gravado em Sorocaba-SP, cidade em que a banda reside atualmente.

Com instrumental poderoso e irônico, o single satiriza o discurso de superioridade da elite brasileira. A letra conta a história de uma empregada de família rica que é obrigada a lidar com o autoritarismo e falta de bom senso de seus patrões, algo bem comum nesse meio. Apesar de ignorada, “Maria Invisível” é responsável pelas principais tarefas da casa, inclusive educar os filhos de seus “chefes”. Confira o registro!

O disco de estreia é resultado das primeiras investidas autorais apresentadas no show intitulado “Músicas (Im)próprias” e terá co-produção de Gustavo Ruiz (Tulipa Ruiz/Vanessa da Mata) e Bruno Buarque (Karina Buhr/Anelis Assumpção/Céu). Além da cantora (que nos shows também toca gaita, violão, percussão e kazoo), a banda é formada por Vinícius Lima (vocal/violão/viola caipira/guitarra), Fabrício Masutti (baixo) e Ítalo Ribeiro (vocal/percuteria).

Em 2014, Cavalciuk foi finalista do Prêmio Sorocaba de Música com “Maria Invisível” e, neste ano, sagrou-se campeã do mesmo festival com a faixa “Colecionador de Opiniões”. Nos shows, a artista também distribui fanzines feitos manualmente no esquema “pague quanto puder”. O formato resulta em interessantes sonoridades que dialogam com a mensagem da cantora, que usa a música para comunicar o que ela define como “realidade individualmente coletiva”.

Do rock visceral ao mais singelo sertanejo raiz, passando pelo blues e pelo jazz, Cavalciuk tem identidade musical e é dona de um belo timbre e personalidade marcante. De uma linha que se aproxima do estilo de Karina Buhr, Tulipa Ruiz e Céu, a artista promete ser mais uma grata surpresa do cenário nacional.

Siga Paula Cavalciuk nas redes sociais:

Facebook / Youtube / Soundcloud